UMA «EUROPA QUE GIRE, NÃO EM TORNO DA ECONOMIA, MAS DA SACRALIDADE DA PESSOA HUMANA»...

O Papa Francisco discursou no Parlamento Europeu, em Estrasburgo e alertou para a necessidade urgente de se construir uma «Europa que gire, não em torno da economia, mas da sacralidade da pessoa humana».

Considerando que o mundo é hoje diferente, sem os «blocos contrapostos» que então dividiam a Europa, disse que a Europa está num estado de «envelhecimento» que «dá a impressão de ser envelhecido e cansado, sentindo-se cada vez menos uma protagonista num mundo que muitas vezes a olha com indiferença, desconfiança e até mesmo suspeita»

Ao longo do seu discurso referiu por várias vezes a necessidade de reforçar a dignidade da pessoa humana, já que um debate marcadamente técnico e económico corre o risco de reduzir o ser humano a uma «mera engrenagem dum mecanismo que o trata como se fosse um bem de consumo a ser utilizado». E que é descartado quando não é mais útil a esse sistema.

ler discurso completo